JoAnInHaS falam no silêncioOoOo (:|:)

…e o que elas escrevem?!

.joaninhas.

Joaninhas são joaninhas.

Joaninhas são pequenininhas.

Joaninhas são quietinhas.

Joaninhas são vermelhinhas.

Joaninhas são sozinhas.

Joaninhas são redondinhas.

Joaninhas são joaninhas.

(:|:)

Anúncios

9 de setembro de 2009 Posted by | Animais Falantes, Realidade | , , , | Deixe um comentário

.uma.outra.história.

Era uma vez uma formiguinha. Forte e pequenininha. Ia e vinha, pra lá e pra cá, sempre contribuindo com o bom funcionamento do formigueiro.

Mas essa formiguinha era diferente. Ela tinha o sonho de viajar pelo mundo. Conhecer outros lugares. Outras formigas. Ela queria ir além de seu formigueirinho limitado.

Foi então, que um dia, quando ela estava caminhando na fila das formiguinhas com um grande pedacinho de folha verde  em suas costas, uma borboleta aterrisou ali perto. Ela era grande, com asas vibrantes e coloridas. A formiguinha ficou encantada. Largou sua folhinha e correu até a borboleta.

Se aproximou tímida sem saber o que dizer. A formiga, que já era pequena, se sentia ainda mais minúscula perto da borboleta. A borboleta virou-se para ela e sorriu:

_Farei uma longa viagem. Sou o único inseto capaz da atravessar o oceano. Quer vir comigo?

A formiguinha nem acreditava que havia recebido um convite desses. Era sua oportunidade de conhecer o mundo e atravessar o oceano, (seja lá quem fosse esse tal de ocenano de quem ela nunca tinha ouvido falar).

_Eu quero! Quero muito!  – Respondeu a formiga feliz e entusiasmada.

Então a formiga subiu nas costas da borboleta e se segurou bem. A borboleta começou a voar pelo jardim. Apesar do frio na barriga, a formiguinha achou tudo aquilo maravilhoso e só conseguia sorrir ao pensar que seu sonho estava sendo realizado.

Lá em baixo a fila de formigas trabalhadoras seguia normalmente, a não ser por aquela parte do percurso que elas desviavam em torno de um grande pedacinho de folha verde que ficou esquecido no caminho; e que mais tarde seria confundido com uma joaninha verde por um joaninho apaixonado. Ma isso já é outra história.

(:|:)

30 de abril de 2009 Posted by | Animais Falantes | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

.pedrinho.e.o.lobo.

Era uma vez um lobo muito mentiroso. Ele ficava no campo e gritava:

_Lá vem os caçadores! Lá vem os caçadores!

E todos seus amigos lobos vinham correndo para socorre-lo. Mas nunca era verdade e seus amigos ficavam furiosos enquanto o lobo ria deles. Até que um dia os caçadores vieram de verdade e ele gritou:

_Lá vem os caçadores! Lá vem os caçadores!

Mas seus amigos lobos, imaginado que ele estava mentido outra vez, não foram até o campo para salva-lo. E o lobo foi morto pelos caçadores.

Moral da história: Não fique contando mentiras, porque quando você resolver falar a verdade as pessoas não darão créditos as suas palavras.

E o Pedrinho? Ah sim! Pedrinho foi quem fez a história!

(:|:)

26 de abril de 2009 Posted by | Animais Falantes | , , , , , , , | Deixe um comentário

.era.outra.vez.

Era uma outra vez e esse mesmo joaninho estava sobrevoando um jardim. Lá de cima ele viu uma joaninha verde e se apaixonou por ela.

Entao ele voou até ela e ao se aproximar viu que a joaninha verde na verdade era um pedacinho da folhinha de uma árvore que uma formiguinha deixou no meio do caminho. (E isso já é outra história).

Conclusão, o joaninho foi ao oftamologista e precisou usar óculos fundo de garrafa! E nunca mais confundiu fucinho de porco com tomada!

 

Fim!

 

(:|:)

18 de março de 2009 Posted by | Animais Falantes, Romances | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

.era.uma.vez.

Certo dia um joaninho estava apaixonado por uma joaninha. Ele pediu ela em casamento e ela disse não! Então eles viveram felizes para sempre.

 

Fim!

 

(:|:)

18 de março de 2009 Posted by | Animais Falantes, Romances | , , , , , | Deixe um comentário